Soul, traduzindo... Alma

Alma, que a língua inglesa diz soul.

Sou alma, que a minha língua diz, sim!

Pois que na verdade, somente sei quem sou.

Sei que quero ser alma solta, livre, com o sol.

Quero ter alma quente, viva, dormente, sem dor.

Saber que para frente, em busca de luz, me vou.

Vozes cantam em sonhos, delírios sem calma.

Levantam-me e me sacodem: sinta sua alma!

Por terra, por sentimento, ao vento, ao mar...

Inconsciente, inconsequente, quem sou afinal?

Alma descontente, talvez temente, de tanto amar.

13 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Textos Publicados