Sonhos puros em realidades plenas

Uma noite estrelada Um cheiro de fazenda Uma reflexão profunda...

Coração batendo forte Um sonhar agitado Pedaços de sonhos Misturados com realidade.


Por onde andarão Os filhos que não tivemos?

A alegria descarta, despista, Os valores que não percebemos E os sonhos que não se pode ter.


Um lugar que deu lugar a outros sonhos Uma luz no caminho que cedeu ao apagão.

Foi sonho?

Provável, pois ao amanhecer, acabou-se!

E o amor pareceu hipocrisia Salvo pela pequena aresta no Coração de alguém que ainda Não o viu partir para sempre.

11 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Textos Publicados