Por entremeios, entre outros, erros e acertos

E o trimestre finda, o mês acaba e o dia termina...

Certos, por termos feito mais e melhor;

Corretos, em termos do que é de mais bem feito;

Justos, para ser mais exatos que os mesmos;

Os mesmos atos, que ora tenham sido impróprios;

Próprios de nós mesmos, que agora somos aptos;

Capazes, de poder nos orgulhar dos fatos;

Concretos, em podermos manter intactos, acertos que foram desfeitos;

Diretos, por querer errar menos, mais retos, que tantos meios defeitos.

Não é o fim, nem o meio, muito menos estreito, ao menos aceitos

Caminho, que vai e que vem, que dá voltas, sem cercas, com erros e acertos

Por quais transitamos, tanto que não chegamos

Ainda que, entre chutes e tropeços, alcançamos

Nossos próprios passos e portanto,

São mais que um novo rumo, apenas outro recomeço.

3 visualizações

Textos Publicados

Receba notificações de novas postagens
  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • Pinterest ícone social

© 2020 - Blog Autoral de José Neto