Virando a página do ano

Sabe aquela sensação boa de que você vai terminar o ano melhor do que começou?


Nem sempre é assim, é verdade. Há uma certa sensação de que ele termina tal qual começou. Algumas coisas não mudaram, outras não se mexeram e outras mais ficaram na mesma.


Mas você se conforta e diz em silêncio: "ainda bem que houveram pequenas mudanças no meu EU".


Se o que o ano trouxe de bom ficou no seu íntimo, no seu intelecto, no seu curriculum vitae... já é o bastante. Se o resto não foi bom pra você nem pro mundo, o que fazer?


Virar a página ja é o bastante. Vamos virar logo a página desse ano. Muito rabisco, uns garranchos, várias derrapadas e quanta barbeiragem... então chega né!


Vamos virar logo a página desse ano. E escrever mais certo por linhas tortas. Fazer melhor com o pouco que temos. Dar um passo mais largo sem perder o equilíbrio.


Vamos virar logo a página desse ano. Se sempre pedimos e desejamos "mais, muitos e melhores isso e aquilo...". Pois bem, que venham melhores, muitas e mais batalhas. Se dentro de um ano cabem 365 dias, que sejam 3 vezes mais conquistas, 6 porções de muitos ganhos e 5 punhados de melhores vitórias. Isso tudo multiplicado pelas 24 voltas que o ponteiro dá no relógio a cada dia, sem esquecer de dividir proporcionalmente pelos 60 giros que fazem os minutos a cada hora.


Vamos fazer logo a virada desse ano. Vamos escrever com letras e números a matemática do sucesso individual, familiar e social. Nós temos todos os instrumentos, só precisamos saber usar cada qual no seu tempo e espaço, de forma correta.


Sabe lá, quantas esquinas vamos encontrar, em tantas ruas que vamos caminhar.


Sabe-se lá, que durante todo destino muitas bifurcações vamos topar.

Sabem-se, que mais de uma chance teremos de corrigir os passos, retomar o traçado, seguir firme e assim por diante.


Até repetir isso tudo de novo no fim do ano, para que a boa sensação de tudo em si tenha sido, ao menos, constante.

24 visualizações

Textos Publicados

Receba notificações de novas postagens
  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • Pinterest ícone social

© 2020 - Blog Autoral de José Neto