Escolhas, consequências e algumas lições

Lição Um


O aprendiz achava que podia cortar árvores muito mais rápido que o mestre e propôs um desafio para ver quem seria o vencedor. E o aprediz começou como um louco, buscando cortar árvores o mais rápido que podia, enquanto olhava para o mestre e ele estava ali tranquilo, praticamente parado. Após o final da tarefa, o mestre havia ganho do aprendiz, cortando muito mais lenha. Surpreso, o aprendiz perguntou ao mestre:

- Como o senhor conseguiu cortar tanta lenha, sendo que eu via que o senhor parecia estar ali sentado, o tempo todo? Então o mestre respondeu ao aprendiz:

- Enquanto você estava gastando sua energia cortando loucamente as árvores, eu estava afiando o meu machado.

Esta pequena estória, que tem autoria desconhecida, traz ensinamentos de forma bem simplista sobre escolhas e consequências das escolhas.



Lição Dois


"As escolhas levam a hábitos. Hábitos se transformam em talentos. Talentos são chamados de dons. Você não nasceu desse jeito, você se tornou assim.”


Esta frase é atribuída a Seth Godin, um empresário e escritor americano, que dentre inúmeros feitos, foi executivo do Yahoo! e disseminou suas ideologias em seu ramo de atividade.


Um aprendizado em torno das ideologias de Seth Godin diz respeito a fazer escolhas, transformar em ideias, espalhar ao público alvo, pra que se tornem memoráveis, até que se tornem "vacas roxas", ou seja, que sejam um diferencial.


Isto nos faz pensar que além de fazer escolhas, precisamos convertê-las em hábitos e deles extrair o melhor resultado.

Lição Três


“Seu tempo é limitado, então não o desperdice vivendo a vida de outra pessoa. Não deixe que a opinião dos outros cale a sua voz interior."


Esta frase foi dita por Steve Jobs, que dispensa apresentações. E sem qualquer pretensão de conceituar o fenomenal Jobs, nos basta destacar que seu modo de pensar e agir tinha como princípio o "faça melhor que os outros, sem transgredir a busca da qualidade em prol de manter custo baixo".


Quem se identifica com este modo de fazer escolhas tem como características uma certa obsessão por fazer bem feito, um perfeccionismo, que pode frustrar quando resultados positivos não forem alcançados, mas com sensação de bem estar próprio.



Lição Quatro

“Agora será diferente!” - Esta expressão bem comum costuma ser dita por qualquer um de nós. E por si só já pode ser mais motivo para se pensar nas consequências e nas diversas experiências alheias, haja vista que a citada expressão pressupõe que alguém fez uma escolha. Independente de qual tenha sido a escolha, ninguém poderá se livrar das consequências.


Por um simples fato: lições terão sido aprendidas.

18 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Textos Publicados