A insustentável incerteza do ser

Certo ou não, bom ou não, Injusto ou não, forte ou fraco, Tão indefinido quanto incerto.


Dura a mente onde reside a dúvida, Duramente, é ela que reveste o querer. Assim é cada um. Que mais dizer?


Não dizer por se sentir obrigado, Mas algum modo, sentido obrigatório. Virar à esquerda, tornar à direita, Ou apenas seguir adiante?


Que seja, desde que para trás, jamais!

É vivendo, querendo e tentando, Que há de se conseguir decidir. Se sim, ver, vir e vencer.


Enfrentar os dragões da consciência, Combater as tentações pelo ócio, Passar firme, chegar mais distante.


Qual direção pegar, qual decisão tomar? Tão somente pegai e tomai. Não hesitarás. Ao final, seu destino, cada um é quem faz.

1 visualização

Textos Publicados

Receba notificações de novas postagens
  • Instagram
  • Facebook ícone social
  • Pinterest ícone social

© 2020 - Blog Autoral de José Neto